filtro solar

5 mitos e verdades sobre o filtro solar

A importância do filtro solar é conhecida por boa parte da população. Porém, a diversidade de produtos e o grande volume de informações duvidosas divulgadas na internet faz surgir diversos mitos a respeito do uso deste produto.

Neste sentido, preparamos este post para detalhar o que é verdade e o que é mentira dentre os assuntos mais compartilhados na rede. Então, se tem interesse no tema, continue a leitura.

1. Protetor solar deve ser usado todos os dias

Verdade. Como a premissa do filtro solar é bloquear a ação dos raios solares, é normal que muitas pessoas entendam que o produto só deve ser aplicado em dias ensolarados quando, de fato, há maior incidência da radiação solar.

Contudo, mesmo nos dias nublados, os raios UV estão presentes e incidindo sobre nossa pele, mas em menor intensidade. Porém, como os efeitos nocivos do sol são cumulativos, o uso diário do fotoprotetor é indispensável.

2. Filtro solar causa acne

Mito. Durante muitos anos, essa informação seria verdadeira. No entanto, com a evolução da medicina estética, surgiram produtos com veículos não comedogênicos, ou seja, que não são causadores de acne.

Ademais, pessoas com a pele oleosa devem optar por filtros solares em gel ou gel-creme. Além disso, precisam conter em sua composição substâncias que absorvam a oleosidade e que sejam anti-inflamatórias.

3. Antes de se expor ao sol, é necessário esperar o protetor agir.

Verdade. Para usufruir de toda a proteção solar oferecida pelo fotoprotetor, é necessário aguardar, no mínimo, 15 minutos entre a aplicação do produto e o início da exposição à radiação solar.

Entretanto, já existem protetores que oferecem eficácia máxima logo após a aplicação. O recomendado é buscar a opinião de um dermatologista. Além disso, ao passar o filtro solar na pele, lembre-se de fazê-lo de maneira uniforme, cobrindo todas as áreas do corpo. 

4. O filtro solar é necessário apenas para pessoas de pele clara.

Mito. A fotoproteção é necessária e obrigatória para todas as pessoas, independente da cor da pele. Porém, o tipo de protetor utilizado irá variar de acordo com o tom da pele. Os produtos com fator de proteção solar (FPS) igual ou acima de 50 são indicados para quem tem pele clara, sardas e/ou cabelo loiro.

Já para pessoas com pele clara ou morena e com cabelos castanhos, o filtro solar deve ter, pelo menos, FPS 30 ou 50. Por último, quem tem pele morena escura ou negra, precisa de uma proteção com FPS 30.

5. Há um grande potencial tóxico nos protetores solares.

Mito. Em função de um estudo realizado pela Food and Drug Administration (FDA) a respeito do grau de absorção pelo organismo de quatro ativos presentes nos filtros solares (avobenzona, octocrileno, ecamsule e oxibenzona), surgiram inúmeras notícias falsas alertando para o perigo desses produtos.

No entanto, o estudo ainda é incipiente e o volume de aplicação realizado no teste é muito superior ao utilizado pelas pessoas. Além disso, alguns desses ingredientes não são mais utilizados na fabricação dos fotoprotetores.

Então, com a leitura deste post, você conheceu alguns dos mitos e verdades mais divulgados na internet a respeito do assunto. Portanto, ao se deparar com essas afirmações, você estará pronto para identificar se trata-se de uma informação verídica ou mentirosa.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em São Paulo!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp