Teste ABCDE: aprenda a identificar o câncer de pele

Quando falamos em câncer de pele, é importante lembrar que o próprio paciente tem papel fundamental no diagnóstico. Isso porque o exame inicial das manchas indicativas de mutação podem ser identificadas por meio da autoanalise. Para isso, existe um sistema para que as pessoas saibam o que é necessário avaliar na hora do exame, chamado de Teste ABCDE. Entenda melhor.

A neoplasia maligna das células da pele se dividem em diversos tipos de tumor. Esses tumores são classificados como melanoma e não melanoma. Cerca de 80% dos cânceres de pele não melanoma são do tipo carcinoma basocelular e 20% são carcinoma espinocelular.  Já o melanoma cutâneo, é desenvolvido nas camadas superiores da pele. Geralmente é o mais agressivo dos cânceres de pele e tem propensão a espalhar-se para outros órgãos. 

 Os números desse câncer assustam. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, eles somam 33% de todos os diagnósticos da doença no país. A quantidade de novos casos por ano chega a 180 mil. 

A confirmação do diagnóstico precisa ser realizado por um especialista. Entretanto o teste ABCDE foi desenvolvido para que o próprio paciente faça a autoanálise e identifique possíveis problemas. Assim, se descoberto precocemente, as chances de cura são extremamente mais altas.

O que é Teste ABCDE

Esse sistema é defendido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e pela American Cancer Society para servir como referência para a identificação de lesões suspeitas. O teste leva em consideração itens como a forma, o tamanho e a cor das manchas. Caso o paciente note a presença de alguma das situações, o médico precisa ser consultado. 

Como utilizar o Teste ABCDE

Para utilizá-lo é bem simples. Cada letra do teste significa uma característica que sugere um alerta. Basta analisar uma mancha ou pinta e identificar se há presença de alguma delas:

A – Assimetria

As pintas benignas são simétricas. Isso quer dizer que se dividi-la ao meio imaginariamente, as duas metades seriam exatamente iguais. Portanto, se notar que um lado é diferente do outro, entre em contato com seu médico.

B – Bordas

As bordas irregulares são sinais de alerta. Observe o contorno da pinta. Se elas não forem lisas e não tiverem a borda linear, pode sugerir um câncer.

C – Cor

Se a cor da mancha for variável, sinal de alerta. Muitos melanomas apresentam mais de uma cor, ou tons pretos, castanhos, brancos, avermelhados ou azul.

D – Diâmetro

As pintas benignas não crescem mais que 6 mm. Então, se a sua mancha for maior que o diâmetro de um lápis, procure o médico.

E – Evolução

Se a pinta evoluir com o passar do tempo e modificar sua forma, cor e tamanho, é possível que seja um tumor. 

Os sinais do teste ABCDE são apenas algumas das características que podem representar um câncer de pele. Contudo, outros sinais devem ser avaliados. As feridas que surgem e não cicatrizam, apenas aumentam, associadas a sintomas como dor, coceira ou sangramento precisam ser avaliadas pelo especialista com mais urgência. Outro caso são as lesões com aparência de alto relevo e brilhantes, translúcidas, com uma crosta central.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em Londrina!

Comentários
Dr. Rafael Onuki Sato

Posted by Dr. Rafael Onuki Sato