rastreio de câncer

Entenda a importância do rastreio do câncer

O exame de rastreio do câncer ajuda a identificar a doença mais cedo e aumenta as chances de cura durante o tratamento. 

Neste artigo, vamos mostrar qual é o impacto do exame para a sua saúde e quais são os mais importantes para o paciente. 

Afinal, o que é rastreio do câncer?  

O rastreio é fundamental para qualquer pessoa, seja para homens ou mulheres. 

Ele ajuda a eliminar suspeitas de doença e identifica lesões de forma precoce que podem apontar a presença de um tumor silencioso. 

Em grande parte dos casos, o câncer é identificado somente em um estágio mais avançado. Isso é muito ruim, pois pode prejudicar o tratamento, diminuindo as possibilidade de cura do paciente. 

Após a identificação, o médico inicia a etapa de investigação. Nela, o paciente deve fazer uma série de exames mais complexos, por exemplo, biópsia. 

Esses tipos de exames mostram a natureza da lesão. Eles também definem se o tumor é ou não maligno. 

Por isso, o exame de rastreio não pode causar pânico aos pacientes e seus familiares. É necessário ter calma para que o processo de investigação ocorra sem problemas. 

Por que o rastreio é importante para a saúde?

A descoberta precoce do câncer traz várias vantagens para o paciente. 

A indicação de um tratamento menos invasivo é um dos principais benefícios. Através dele, o paciente tem mais possibilidades de cura, pode ter uma rotina mais saudável depois do tratamento e um número menor de sequelas. 

Esse cenário também permite que a finalização do tratamento ocorra com mais agilidade. 

Quais são os tipos de exames mais indicados no rastreio? 

Cada tipo de câncer exige um determinado exame, conheça abaixo os mais importantes:

  • Câncer de próstata: indicado para homens com idade acima dos 50 anos. É fundamental conversar com o profissional para identificar os prós e contras do exame. As indicações mais comuns são: exame de sangue PSA, toque retal e biópsia da próstata;
  • Câncer de pulmão: exame deve ser feito somente com pessoas que têm pré-disposição à doença (idade entre 55 a 74 anos; fumantes ou ex-fumantes e pacientes que fumaram um maço por dia em um período de trinta anos ou dois por dia durante 15 anos). Os exames mais comuns são: radiografia de tórax, tomografia computadorizada, ressonância magnética, entre outros; 
  • Câncer de endométrio: é indicado para todas as mulheres que estão no início da menopausa. O diagnóstico precoce é essencial para um tratamento mais eficiente. Os exames de imagem que ajudam a identificar a lesão são: ultrassom, raios X do tórax, tomografia computadorizada, ressonância magnética, tomografia por emissão de pósitrons, cistoscopia e proctoscopia;
  • Câncer colorretal e pólipo: recomendado para homens e mulheres com mais de 50 anos de idade. Exame pode ser feito com uma colonoscopia ou com pesquisa de sangue oculto nas fezes. 

O rastreio do câncer é muito importante para ter um tratamento mais eficaz e para aumentar as chances de cura do paciente. Portanto, procure um médico de confiança e cuide da sua saúde.  

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oncologista em Londrina!

Comentários
Dr. Rafael Onuki Sato

Posted by Dr. Rafael Onuki Sato